Eficiência energética em tempos de quarentena

  • Por Fernanda Coletti
  • Publicado 18 days ago

Eficiência energética em tempos de quarentena

Um dos assuntos mais presentes no nosso cotidiano atualmente é a pandemia do COVID-19. Desde o início da expansão da doença pelo mundo, muitos estão trabalhando de casa, tendo que adequar suas rotinas para melhor atender às determinações dos órgãos competentes. Essa redução da atividade humana nos ambientes externos tem um impacto significativo no meio ambiente. Com menos veículos motorizados circulando nas estradas, menos aviões em atividade, redução na produção industrial e no consumo total de energia (e, portanto, de geração), as emissões caíram significativamente quando comparadas com o mesmo período de anos anteriores.

No acumulado global dos quatro primeiros meses de 2020 já foi evitada a emissão de mais de 1 bilhão de toneladas de dióxido de carbono (CO2), um dos principais causadores do efeito estufa, na atmosfera. Somente no Brasil, a redução das emissões de CO2 já ultrapassa a casa dos 6 milhões de toneladas. Desse total, a grande maioria (65%) da redução vem do setor de transportes. O gráfico abaixo do Global Carbon Project mostra a redução percentual para cada um dos setores, desde o início da pandemia:

É importante destacar que esses são benefícios colaterais, não necessariamente decorrentes de ações de conscientização e redução de emissões de gases do efeito estufa. Por mais que nesse período de medidas de isolamento social as emissões tenham caído bruscamente, é provável que elas retomem seus níveis anteriores quando o período de quarentena chegar ao fim. Para o futuro, é necessário pensar sempre em meios de reduzir a poluição atmosférica e o aquecimento global, independentemente de cenários de exceção como esse que vivemos. Neste sentido, a energia é um ponto fundamental, pois a implementação de tecnologias renováveis e o uso mais eficiente desse recurso são essenciais para a redução das emissões e da poluição do solo, das águas e da atmosfera.

Com relação à energia elétrica especificamente, os dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mostram uma queda de cerca de 11% no consumo médio do país durante a pandemia, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esta redução se dá principalmente por conta da queda do consumo industrial, setor de maior representatividade no consumo de energia elétrica do Brasil. O gráfico abaixo contém os dados do ONS relativos à carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN):

No setor residencial, contudo, a percepção é de uma continuidade ou de aumento do consumo. Devido a medidas de isolamento social, como o teletrabalho (home office) há uma tendência de incremento no consumo considerando o aumento no uso de equipamentos eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Com um uso maior de lâmpadas, geladeiras, máquinas de lavar, computadores e aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, o consumo de energia das nossas residências tende a subir. E junto com ele o valor da conta no fim do mês.

Como podemos economizar energia em casa?

Preparamos algumas dicas para ajudá-lo a otimizar o uso dos aparelhos e diminuir seu consumo. Algumas delas são:

  • Aproveite ao máximo a luz do dia: manter as janelas abertas não só deixa o ambiente mais arejado e saudável, como também ilumina e evita o consumo de energia por meio de lâmpadas.
  • Economize no banho: Chuveiros elétricos são grandes consumidores de energia, portanto evite banhos mais demorados que o necessário. Além de economizar energia você também reduz o desperdício de água A dica vale também para chuveiros a gás, pois evita o consumo desnecessário de um combustível fóssil.
  • Ainda sobre o uso da água, evite lavar roupas em pequenas quantidades. Opte sempre por menos lavagens com maior volume. Essa dica também vale para o ferro de passar, deixe acumular uma boa quantia e passe tudo de uma só vez, evitando manter o ferro ligado quando fizer eventuais pausas.
  • Evite manter ligados os equipamentos eletrônicos como TVs e computadores quando não estiver usando. É comum que o uso destes seja mais frequente em cenários de home office, mas cuide para que não permaneçam ligados sem uso. Vale também lembrar de tirar da tomada os demais equipamentos elétricos quando não estiverem em uso, como máquinas de lavar e micro-ondas, pois o modo stand-by ainda consome energia.
  • Para as geladeiras, lembre-se de ajustar o termostato de acordo com a temperatura externa. Posicionar a geladeira em um local distante de janelas, fogões e com um espaço mínimo de 10cm de cada lado e atrás também aumenta a sua eficiência. Outra dica importante é esperar que os alimentos esfriem antes de armazená-los, evitando um trabalho extra para o equipamento.
  • Ao escolher equipamentos eletrodomésticos e eletroeletrônicos busque os modelos mais eficientes. É possível economizar até 40% no consumo de energia de um equipamento ao escolher modelos que aproveitem melhor os recursos como água e energia, reduzindo também o impacto no meio ambiente.

Como saber se um eletrodoméstico é energeticamente eficiente?

A topten.eco.br é uma ótima fonte de consulta dos modelos mais eficientes disponíveis no mercado. Somos uma plataforma independente e sem fins lucrativos que visa incentivar os consumidores a comprarem equipamentos com um consumo de energia mais eficiente, reduzindo seus custos e auxiliando na redução das emissões de gases do efeito estufa na atmosfera.

A plataforma online é de acesso livre e gratuito ao consumidor e apresenta os valores estimados do consumo de energia dos eletrodomésticos no longo prazo, o que simplifica a tomada de decisão do consumidor. Portanto, consulte a topten.eco.br antes de comprar o próximo eletrodoméstico.

E você, o que tem feito para reduzir o consumo de energia na quarentena?


Fontes:

Produtos em destaque

  • GORENJE ORB152RD
    GORENJE ORB152RD
    • Energia (kWh/ano): 209
    • Eficiência (kWh ano/ litro): 0.82
    • Classe de eficiência energética: A
  • SAMSUNG French Door Compact
    SAMSUNG French Door Compact
    • Energia por mês (kWh): 55
    • Energia (kWh/ano): 660
    • Eficiência (kWh ano/ litro): 1.49
    • Classe de eficiência energética: A
  • ELECTROLUX LFE03
    ELECTROLUX LFE03
    • Energia (kWh/ano): 11
    • Energia por ciclo de lavagem (kWh): 0.05
    • Energia por ciclo de lavagem - água quente (kWh): 0.55
    • Água por ano (L): 6380
    • Água por ciclo de lavagem (L): 29
    • Classe de eficiência energética: A
    • Eficiência de centrifugação: B
  • PANASONIC NR-BT42
    PANASONIC NR-BT42
    • Energia por mês (kWh): 31
    • Energia (kWh/ano): 372
    • Eficiência (kWh ano/ litro): 0.96
    • Classe de eficiência energética: A
  • NEWMAQ New Up 10kg
    NEWMAQ New Up 10kg
    • Energia (kWh/ano): 24.2
    • Água por ano (L): 35420
    • Classe de eficiência energética: A