O potencial brasileiro para a energia solar fotovoltaica

  • Por Yuri Vandresen
  • Publicado a month ago

Com um território vasto e luz solar abundante, o Brasil aparece entre os países com maior potencial para a geração de energia solar fotovoltaica há décadas. No entanto, até alguns anos atrás a representatividade desta fonte de energia ainda era ínfima na matriz energética nacional.

O avanço da tecnologia, a maturidade da indústria nacional, os incentivos regulatórios e a queda nos preços dos sistemas fotovoltaicos são alguns dos principais fatores que vêm mudando bruscamente esse cenário. Veja como evoluiu esta fonte de energia nos últimos anos, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR)1:

Em termos absolutos, a fonte solar fotovoltaica hoje já ultrapassa a potência instalada total da fonte nuclear, com 3.018 MW de potência (1,7% da potência total instalada no país). Ainda é um número pequeno em relação às principais fontes de energia elétrica da matriz energética nacional, como a hídrica (108.217 MW) e o gás natural (15.186 MW), mas a fonte solar fotovoltaica está em pleno crescimento e deve assumir um papel cada vez mais significativo na geração de eletricidade no Brasil.

Geração distribuída: gerando a própria energia

Uma quantia significativa deste crescimento na geração de energia elétrica por meio da tecnologia fotovoltaica vem da vontade da população de gerar sua própria energia, optando por investir em sistemas de geração própria, conectados em sua residência, sua propriedade rural ou até mesmo em pequenas cooperativas locais2.

Atualmente, a energia solar fotovoltaica corresponde a 99,9% dos sistemas de geração distribuída em casas, propriedades rurais, edifícios comerciais, indústrias e prédios públicos. Com relação à capacidade instalada total dos sistemas fotovoltaicos, em setembro de 2020 a geração distribuída já havia ultrapassado a geração centralizada (grandes usinas), com 55% de toda a potência solar fotovoltaica instalada.

Os benefícios da geração distribuída são muitos, indo desde a atratividade econômica de ter uma energia barata com um investimento relativamente baixo, até a redução do impacto ambiental resultante da geração de energia de uma fonte limpa e seu consequente consumo no próprio local, evitando perdas elétricas típicas do transporte nas redes de transmissão e distribuição.

Onde encontrar os módulos mais eficientes do mercado?

É nítido o interesse da população em gerar sua própria energia e os sistemas fotovoltaicos são alternativas muito interessantes para viabilizar estes projetos.

Pensando nisso, a plataforma Topten.eco.br atualizou suas bases de dados e agora conta com uma categoria específica para módulos fotovoltaicos, incluindo as seguintes tecnologias, segundo a base de dados do Procel:

  • Silício Monocristalino
  • Silício Monocristalino PERC
  • Silício Policristalino

Antes de finalizar a aquisição do sistema fotovoltaico, consulte nosso ranking de eficiência e veja nossas dicas de como escolher os produtos com melhor eficiência do mercado!

Referências:

1. http://www.absolar.org.br/infografico-absolar.html

2. https://www.aneel.gov.br/20anos/-/asset_publisher/...

Produtos em destaque